A Luz - O Início - FotoMBoe

Agosto/2019
“Fotografar é viver dos acertos e erros!”
Oito anos no ar!
Iniciado em: 01/10/2010
Ir para o conteúdo

A Luz - O Início

Iluminação
LINKS - Ordem de Lançamento
• Introdução02 • Introdução01
Introdução 02
Por: Vivaldo Armelin Júnior - Out./18
• A iluminação quando não é possível comprar um equipamento profissional pode ser improvisada com o uso de abajures com lâmpadas de Led, eles são mais baratos e tem bons resultados. A lâmpada terá que ter uma boa potência, mas nada a exagerar, por exemplo, o correspondente a 80 ou 100 w nas lâmpadas comuns.
• Você pode montar o próprio equipamento de material plástico, papelão e até madeira compensado. A parte externa deve ser pintada de preto, já a interna branco, prateado etc. O importante é não ficar pesado. Todo material pode ser adquirido em casas comerciais de material elétrico. O tamanho irá depender da área a ser iluminada. Não deixar que as lâmpadas tenham contato com a parede da caixa refletora. À frente da caixa pode-se colocar um difusor de papel manteiga ou vegetal, ou ainda, coloridos, como o papel celofane.
• Para áreas maiores pode-se colocar duas até quatro lâmpadas de Led. Usar fiação de qualidade para não ter problemas de sobrecarga. No YouTube tem vários vídeos ensinando fazer softbox e outros tipos de iluminadores com Led.
• A primeira fotografia, à esquerda, foi usado um softbox pequeno e luz natural, não foi usado um difusor, por essa razão é fácil perceber o ponto mais iluminado.
• A segunda foto, à direita, mas abaixo, foi feita apenas com a luz natural, observem que as áreas mais iluminadas ganham mais destaque do que a não iluminada, perdendo-se em parte o conjunto. No dia desta captura a luz solar ajudou, pois não havia nuvens e a cortina agiu como um difusor.
• Já a terceira fotografia, abaixo e à direita, também foi feita com duas fontes de luz e mais um pequeno rebatedor prateado. Afrente do softbox caseiro um difusor de papel vegetal. Vejam que a iluminação ganhou qualidade e criou um conjunto.
• Essas capturas poderiam ser realizadas com faroletes de Led, com mais de 100 Leds e bateria recarregável. O de pilha não vale a pena, o custo é alto. Da mesma maneira a frente da lente pode-se usar um difusor do mesmo material citado anteriormente.
 Introdução – 1
 Por: Vivaldo Armelin Júnior – Jun./15
 
• A iluminação é o fenômeno natural ou artificial que nos permite enxergar, o mesmo para a fotografia, pois sem a luz não haveria imagem a ser registrada.
• Outro fator importante, o ser humano com seus equipamentos aprendeu a controlar a luz.
• Essa ação não é nova, foi na realidade iniciada lá na Pré-história quando passou a produzir fogo e a controla-lo. Portanto, nos nossos dias a novidade é apenas o meio como a capturamos e a modificamos.
• Da caixa escura utilizada por Leonardo Da Vinci à primeira câmera fotográfica o ser humano precisou estudar muito, consequentemente houve no trajeto muitos erros, mas também acertos, porém foram os erros que levaram ao acerto.
• Todo esse conhecimento chegou ao nosso tempo e o bom fotógrafo precisa aprender e entender a luz e como ela reage a cada momento e no interior do equipamento.
• As câmeras fotográficas possuem componentes que controlam a luz e determinam como ela vai chegar ao sensor ou filme. Esse componente é o obturador.
• Existem outros componentes, como, o diafragma, o ISO (antiga ASA em filmes), o balanço de branco etc.
• As objetivas tanto de equipamentos com elas fixas (câmeras compactas e superzoom) e as cambiáveis (câmeras mirrorless, reflex de entrada e reflex full frame) também tratam a luz antes que ela chegue ao sensor ou ao filme. A variação do ajuste, na unidade de medida milímetro, produz resultados diferentes na imagem final, como o foco igual em toda área da composição, o foco apenas no primeiro plano, no fundo e o primeiro plano desfocado etc. Você pode ver que entender a luz e cada um dos ajustes ocorre não é tão simples, mas com o tempo não terá nenhuma dificuldade.
• Esta nova seção do site FotoMBoé pretende facilitar as coisas para você visitante, mesmo porque os manuais de instrução são muito rápidos e incompletos ao tratar do assunto luz.
• O dia estava chuvoso e muito nublado. Esta imagem foi capturada sem o uso do flash. Os ajustes da velocidade de obturação 1/223 seg., da abertura do diafragma f/6 e ISO 100.
• Para esta imagem foi usado o flash da câmera compacta em interior. Os ajustes da velocidade de obturação 1/60 seg., da abertura do diafragma f/2.8 e ISO 100.
• O dia estava ensolarado e foi convertida para sépia. Esta imagem foi capturada sem o uso do flash. Os ajustes da velocidade de obturação 1/741 seg., da abertura do diafragma f/7 e ISO 100.
• O dia estava ensolarado. Esta imagem foi capturada sem o uso do flash. Os ajustes da velocidade de obturação 1/741 seg., da abertura do diafragma f/7 e ISO 100.
• As poucas nuvens cobriam a luz solar naquele dia. Esta imagem foi capturada sem o uso do flash. Os ajustes da velocidade de obturação 1/105 seg., da abertura do diafragma f/2.8 e ISO 100.
• Ver da esquerda para a direita.
• A luz solar naquele dia estava fraca por causa do horário. Esta imagem foi capturada sem o uso do flash. Os ajustes da velocidade de obturação 1/100 seg., da abertura do diafragma f/2.8 e ISO 100.
• Exemplo de super exposição.
• Exemplo de subexposição.
• Convertida para escala de cinza.

SOBRE OS DIREITOS AUTORAIS:

• Todos os direitos reservados! É proibido imprimir, copiar, distribuir (mesmo a título de gratuidade), encartar, reproduzir (por qualquer meio mecânico, eletrônico, digital, fotográficos, filme, e vídeo), sem a devida autorização fornecida por escrito pelo proprietário do Site FotoMBoé.com. Todas as imagens (desenhos, pinturas, ilustrações, fotografias, vídeos etc.), textos, slides show, galerias, apresentações (em Flash, exe, html etc.) foram produzidas por Vivaldo Armelin Júnior que é o detentor dos direitos autorais.
• É permitida a abertura exclusiva online, qualquer outra possibilidade é necessário autorização por excrito, como acima descrito. Contato por e-mail.

São Paulo - SP, Brasil
Voltar para o conteúdo