An003Jul15 - FotoMBoe

Setembro/2019
“Fotografar é viver dos acertos e erros!”
Oito anos no ar!
Iniciado em: 01/10/2010
Novo visual e facilidade de acesso!!!
Ir para o conteúdo

An003Jul15

Foto: Grátis > Escala de Cinza > Análise
• A leitura de uma imagem em escala de cinza é diferente de uma em P&B, cores ou monocromática por vários motivos. Um deles está relacionado aos tons.
• Nas fotografias capturadas ou convertidas para escala de cinza a variação tonal será sempre entre o preto e o branco, ou seja, os tons de cinza.
• Não é o que acontece com uma fotografia em cores ou monocromática. As passagens tonais das imagens em cores apresentam uma gama de tons maior, pois nem sempre tem a “interferência” de outras cores e não apenas de dois neutros (preto e o branco).
• As imagens monocromáticas a variação ocorre entre os dois limites, da saturação até a neutralização (quase o branco).
• A imagem em P&B terá apenas o contraste, variação tonal (gradação), as formas e texturas. Portanto, o observador percebe os elementos e objetos pela diferença entre os tons e o contraste.
• Porém, a qualidade de uma imagem em escala de cinza ocorre com base no equilíbrio, distribuição das formas, elementos e objetos, também pelo percurso visual, as formas definidas pelo contraste luminosos, o tamanho etc. Portanto, basicamente a maioria das condições para a definição da qualidade é a mesma para qualquer delas, seja ela em escala de cinza, monocromática, P&B ou em cores.
• As três imagens acima apresentam diferenças temáticas para que seja possível perceber quando o resultado da captura ou conversão em escala de cinza deixa a imagem com qualidade e beleza.
• A primeira e maior, de uma construção, acima, nos mostra que imagens em escala de cinza de edificações em sua maioria produzem resultados interessantíssimos e de qualidade.
• Por sua vez, a segunda imagem, à esquerda e acima, nem sempre produz resultados satisfatórios. Quando existem nuvens no céu, mas este ainda aparece, o resultado é mais interessante, no entanto, quando o céu está limpo ou totalmente nublado, mas sem grandes contrastes, o resultado poderá ser desastroso, pois produzirá uma grande área cinza uniforme.
• Outra imagem que nem sempre produz bons resultados, são as das flores, por um único motivo, nem sempre a captura de uma área com uma gama maior de cores e seus tons fica adequada quando em escala de cinza, pelos mesmos motivos já explicados. Perde-se o que mais chama a atenção em uma flor, a cor e seus tons.
• O ideal é fotografar em escala de cinza, mas se seu equipamento não tem essa função é só baixar um software grátis e ou livre, como o Paint.Net ou o Gimp, ou ainda o visualizador IrfanView. O mais importante é aprender a ver em escala de cinza.
• Os temas possíveis são infinitos, como destacamos no final do texto ao lado, o mais importante é aprender a enxergar em escala de cinza. Ao fazer a seleção e compor é muito importante identificar as áreas de grande contraste, selecionar adequadamente a abertura do diafragma, pois o fundo poderá interferir no conjunto e destruir uma boa imagem, por tudo estar em escala de cinza, ou seja, entre o preto, os tons de cinza e o branco.
• Em muitas capturas o ajuste do diafragma para menor valor “f” (maior abertura) é a melhor opção, pois a profundidade de campo será menor (fundo embaçado), principalmente se este contém muitos elementos ou tem um tom semelhante ao do elemento, objeto ou modelo a sua frente.
• Em outras situações ajustar o diafragma para um valor “f” mais elevado (maior profundidade de campo, quando o fundo tem maior nitidez) poderá produzir melhores resultados se o fundo for liso, contém alguns elementos com contraste diferenciados do elemento principal, ter formas diferentes e que se contrapõem às da principal.
• Por falar em equipamento, as melhores opções são aqueles que já tem nome no mercado, tem um sensor maior e não uma grande resolução apenas, tenham boas lentes, nas suas configurações tem a opção escala de cinza (muitas vezes erroneamente identificadas como Preto & Branco – P&B). 

SOBRE OS DIREITOS AUTORAIS:

• Todos os direitos reservados! É proibido imprimir, copiar, distribuir (mesmo a título de gratuidade), encartar, reproduzir (por qualquer meio mecânico, eletrônico, digital, fotográficos, filme, e vídeo), sem a devida autorização fornecida por escrito pelo proprietário do Site FotoMBoé.com. Todas as imagens (desenhos, pinturas, ilustrações, fotografias, vídeos etc.), textos, slides show, galerias, apresentações (em Flash, exe, html etc.) foram produzidas por Vivaldo Armelin Júnior que é o detentor dos direitos autorais.
• É permitida a abertura exclusiva online, qualquer outra possibilidade é necessário autorização por excrito, como acima descrito. Contato por e-mail.

São Paulo - SP, Brasil
Voltar para o conteúdo