Ângulo01 - FotoMBoe

Outubro/2019
“Fotografar é viver dos acertos e erros!”
Nove anos no ar!
Iniciado em: 01/10/2010
Novo visual e facilidade de acesso!!!
Ir para o conteúdo

Ângulo01

Exemplo Prático > Ângulo
•• Ângulo 02Ângulo 01
Ângulo 03
Por: Vivaldo Armelin Jr.
• O ângulo produz resultados interessantes, mas também desastrosos, porque é preciso estar atento a uma série de fatores que interferem na qualidade final da imagem, por exemplo, a luz, natural ou artificial, sua direção, as sombras produzidas... Outra questão se refere ao plano, mais aberto ou mais fechado, a posição em relação ao modelo (de cima para baixo, a seu nível, abaixo etc.), por fim, a profundidade de campo (apenas para equipamentos mais sofisticados, mirrorless, reflex ou full frame).
• Nesse contexto, também tem a opção do uso do zoom óptico ou não e do flash.
• As três capturas exploraram a sombra sobre o piso de madeira e até a única folha. A folha é apenas um elemento compositivo, pois a área de interesse é voltada para a sombra. A opção por outro ângulo poderia tirar o interesse pelas sombras.
• Nestas três fotografia uma perdeu a qualidade pela explosão de luz no céu, esse problema ocorre por causa de um ajuste inadequado ou porque seu equipamento não permite ajuste manual da abertura do diafragma. A leitura, produzidas pelas duas outras imagens, é bem diferente e muito mais interessante, pois a explosão de luz provoca uma certa repulsão e desinteresse.
• Por essa razão, é muito importante analisar o ângulo para a captura antes do disparo, mas se está em dúvida, nada impede de fazê-la, depois basta descartar a imagem que não lhe interessará.
• Escolher o melhor ângulo não apenas produzirá uma imagem mais interessante, bem como, lhe trará maior conhecimento sobre a luz e seus efeitos.
Ângulo 02
Por: Vivaldo Armelin Jr.
• Fazer várias capturas com o mesmo plano, ângulo e posição é desperdício e falta de criatividade. Neste exemplo mostramos que estas três técnicas fotográficas, plano, ângulo e posição, não sobrevivem só. O mesmo tema ou modelo fotografado muitas vezes, mas variando o plano (mais aberto ou fechado), o ângulo (frontal, trinta graus ou mais à direita ou à esquerda, de cima para baixo etc.) e a posição (mais afrente, recuado, usando o zoom óptico mais distante etc.), proporciona uma leitura mais completa, mais rica e com mais informações.
• É muito comum durante os dias festivos as pessoas fotografarem a mesa inteira e não fazer capturas dos alimentos e bebidas que a compõem, um erro, não! Na maioria das vezes é pura e simples falta de informação.
• Uma vez, participando de uma festa de quinze anos, o casal (pais) fotografaram a mesa onde estavam os alimentos antes que os convidados chegassem, então orientei fotografar o prato de cada convidado, pois cada um se serviria a vontade. Isso foi feito, como uma brincadeira, as fotos não mostravam os convidados, era apenas dos pratos cheios. O interessante é que até hoje eles visualizam as fotos da festa e dos pratos, em muitos casos tentando lembrar de quem era. O que foi feito? Contou-se uma história!
• Variar o ângulo, a posição, como foram feitas na festa, pois nenhuma foto foi feita do mesmo ângulo, plano e posição. Algumas a profundidade de campo quase que inexistente tinham os convidados como fundo, mas não nítidos, característica de fotografia com pouca profundidade de campo.
• Nosso exemplo, simples, poderia ser enriquecido usando-se outros elementos, como uma faca, depois uma colher, uma flor, um guardanapo de papel ou tecido...
• Boa experiência!
Ângulo 01
Por Vivaldo Armelin Jr.
• A mudança de ângulo proporciona diferentes capturas, e quando há um pequeno deslocamento a leitura da imagem e mesmo o que se está vendo é completamente diferente.
• No nosso exemplo usamos a câmera Canon PowerShot A620, que já está fora de linha, mas ainda pode ser encontrada no comércio.
• Em todas as três imagens a câmera estava na mão, em pé e o deslocamento da primeira imagem para a última foi de aproximadamente cinco metros.
• Na segunda posição foi mudado o ângulo da composição, condição que proporcionou uma visão mais completa do ambiente, esse tipo de captura produz resultados bastante diferenciados, com certeza uma só imagem do ambiente não traduziria em uma gama maior de informação.
• Muitas vezes, fazer quatro ou mais capturas o resultado será ainda mais descritivo e mais completo em informação. Ousar é a palavra-chave.
• Muitos fotógrafos, amadores e até profissionais, experimentam vários ângulos e posições antes mesmo de fazer a captura, então, quando já tem uma visão do meio, faz o disparo.
• Essa técnica é muito boa e não demanda tempo, pois a circulação é entorno da área escolhida e do que se quer mostrar, ou seja, do enquadramento e com posição.
• O mais importante é fazer testes e só então partir para as capturas durante a sua viagem, passeio de fim de semana, festas entre amigos, aniversário etc.

SOBRE OS DIREITOS AUTORAIS:

• Todos os direitos reservados! É proibido imprimir, copiar, distribuir (mesmo a título de gratuidade), encartar, reproduzir (por qualquer meio mecânico, eletrônico, digital, fotográficos, filme, e vídeo), sem a devida autorização fornecida por escrito pelo proprietário do Site FotoMBoé.com. Todas as imagens (desenhos, pinturas, ilustrações, fotografias, vídeos etc.), textos, slides show, galerias, apresentações (em Flash, exe, html etc.) foram produzidas por Vivaldo Armelin Júnior que é o detentor dos direitos autorais.
• É permitida a abertura exclusiva online, qualquer outra possibilidade é necessário autorização por excrito, como acima descrito. Contato por e-mail.

São Paulo - SP, Brasil
Voltar para o conteúdo