Foco01 - FotoMBoe

Outubro/2019
“Fotografar é viver dos acertos e erros!”
Nove anos no ar!
Iniciado em: 01/10/2010
Novo visual e facilidade de acesso!!!
Ir para o conteúdo

Foco01

Exemplo Prático > Foco
•• Foco 03Foco02Foco01
Foco II
Por: Vivaldo Armelin Jr. Nov./18
• As câmeras com tela de LCD e sem visor óptico podem levar a erro de foco, muitas vezes, durante a captura aparenta um foco perfeito, mas não é a realidade. Esse erro ocorre em função do tamanho da tela, ao contrário do que ocorre quando são descarregadas no PC ou no notebook, onde a tela é maior. O uso do botão de zoom durante a visualização da imagem capturada é um auxiliar, pois nessa situação, ampliação da imagem armazenada, será possível garantir o foco. Caso a imagem não tenha ficado boa é possível repeti-la e apagar a que ficou ruim, mas deixe para fazê-lo só quando descarregar para que não se distraia e ocorra perda de tempo. As duas imagens, uma com foco e a outra sem foco, o erro foi não respeitar a distância mínima de foco expecificada pelo fabricante do equipamento.
• Uma solução é acionar o botão disparador até a metade e aguardar o foco automático, outra solução é o uso de um apoio para o equipamento, principalmente em se tratando de foto macro ou com pouca luz. Um monopé já é de grande ajuda, para mais estabilização o tripé é a melhor opção.
• Esse desfoque pode ocorrer por diversas razões, uma delas é a falta de firmeza nas mãos ou até mesmo o uso de força excessiva no momento do disparo. A pressa também poderá produzir esse tipo de anomalia. A inexperiência também poderá levar a esse erro.
• Os equipamentos compactos, celulares, smartphones e tablets são mais comuns para ocorrer esse tipo de erro.
• Muitas vezes basta apoiar o corpo em um muro, mesa, parede, árvore, entre outras possibilidades para estabilizar e evitar o desfoque.
• Quanto a fotografia macro o balanço provocado pela respiração pode levar ao desfoque, no momento do disparo é importante prendê-la. Uma outra solução é o uso do temporizador ajustando-o para 5 ou 10 segundos de retardo do disparo.
• Os equipamentos reflex são mais precisos e rápidos, o foco pode ser manual, o que não ocorre com os equipamentos acima descritos. Outro fator importante, é o visor óptico via espelho que garante maior precisão no foco.
• Espero ter ajudado. Bom trabalho!
Foco 03
Por: Vivaldo Armelin Jr.
• Nesta “Dicas & Sugestões” apresentamos o problema do desfoque e suas causas prováveis. Ao fotografar o descuido é muito comum na maioria das pessoas e esse é danoso à imagem que foi capturada.
• As várias imagens fotográficas aqui apresentadas apresentam esse problema, por diversos motivos, um deles é acionar o botão disparador totalmente, ou seja, a pessoa não o aciona primeiro até a metade para que ele ajuste o foco, fotometre e faça outros ajustes necessários, principalmente se estiver usando o modo automático.
• As imagens ao lado (esquerdo) está completamente fora de foco pelo motivo acima citado. A pouca luz não medida adequadamente levou o equipamento a ajustes errados, diminuindo a velocidade de obturação, ajustando a abertura do diafragma inadequadamente e até mudando o ISO também de maneira inadequada.
• Por essa razão que sempre recomendamos ter calma, mesmo em flagrantes, e prestar muita atenção para não ser precipitado quanto ao momento do disparo.
• Leia com atenção o manual que acompanha seu equipamento.
• As duas imagens acima e esta à esquerdo também estão fora de foco, a primeira acima e à esquerda, da samambaia, o equipamento ajustou o foco para o fundo e não para as folhas da planta.
• A segunda, acima, o ajuste da velocidade de obturação foi muito baixo, o que ocasionou longo tempo de captura, obviamente o balanço do corpo provocou o desfoque, também a tremida.
• A terceira, à esquerda, até foi elevado o ISO, mas não foi dado o tempo necessário para que o equipamento fizesse os ajustes necessários corretamente.
Os equipamentos compactos intermediários e os avançados possuem a possibilidade de ajustes mais finos e manuais que evitam esse tipo de erro.
• A imagem acima, à esquerda, está em foco, porém a da direita está fora de foco, essa conversão foi via software. Em muitas situações, principalmente quando se trabalha com camada, é desejado sobrepor uma imagem a um fundo desfocado para criar a ilusão da profundidade de campo, nessa situação a profundidade de campo será pequena.
• Portanto uma imagem desfocada poderá ser útil em algumas situações.
• No exemplo acima, onde o desfoque é uma opção necessária para a criação de uma nova imagem fotográfica, o resultado é este à esquerda.
• A imagem do modelo é valorizada em função da pouca profundidade de campo neste exemplo, uma profundidade maior poderá gerar imagens excelentes.
• O importante é experimentar, faça-o, o máximo que pode acontecer é o descarte das imagens que não ficaram boas.
• Nós colocamos uma pintura de uma mulher, mas poderia ser a imagem de uma pessoa, um alimento, veículo, nave espacial, animal etc.
• Nessa situação é necessário que a imagem em primeiro plano tenha uma área transparente. Vários softwares permitem o trabalho com camada.
• A imagem da flor foi capturada no modo macro, condição que exigiu a elevação do ISO para ISO 200, pois era uma área externa, a abertura do diafragma foi a maior e a velocidade de obturação 1/100 seg.
• O botão disparador foi acionado até a metade e aguardado o tempo de resposta do equipamento para que os ajustes fossem o mais preciso possível, só então foi pressionado, sem soltá-lo, até o fim, ou seja, foi feita a captura.
• Foi usado a câmera digital Pentax Optio E10, já fora de linha, e que tem resolução máxima de 6 MP. Trata-se de um equipamento antigo e que tem alguns problemas não mais encontrados em versões mais modernas, como a demora no ajuste do balanço de branco, do foco em locais que tenham elementos finos, como cipós entrelaçados.
• Boa experimentação e aprendizado!
Foco 02
Por: Vivaldo Armelin Jr.
• Em muitas situações o que é desejado não acontece, por exemplo uma foto sair tremida ou fora de foco e o pior foi a única captura daquele momento. Foto perdida? Talvez não, hoje em dia existem softwares para corrigir esse problema, ele não faz mágica, mas ajuda muito.
• Para esse exemplo usadas imagens capturadas em uma câmera compacta, já fora de linha, a Vivitar, com resolução máxima de 1600 x 1200 Pixel. O software é o Movavi Photo Focus, um software pago, mas não caro e que nos apresentou bons resultados. Este, em algumas situações proporcionou bons resultados quanto ao foco, tremida, portanto melhorou a nitidez.
• Nosso objetivo é o de verificar até onde esse software resolve o problema. Para nossa surpresa ele fez mais do que esperado. É simples de ser usado, intuitivo e tem uma área de trabalho de fácil utilização, basta arrastar e soltar a imagem que deseja corrigir o foco ou tremida, ou ainda, ambos. Vejam as imagens abaixo:
• Esse ajuste possibilita até imprimir sua imagem em papel! Outro destaque é que você não ficará preso a ajustes automatizados, pois existem vários ajustes manuais possíveis, inclusive de brilho e contraste. Boa experiência!
Nota: Não se trata de propaganda e também não recebemos nenhum tipo de benefício, mas sim de uma análise dos potenciais deste software.

FOCO 01

Por: Vivaldo Armelin Jr.

FOTO ORIGINAL

FOTO
Correção do Foco

• Esta foto 6 MP de resolução e capturada com uma Pentax Optio E10, de resolução máxima de 06 MP (2816 x 2112 pixels), portanto uma imagem de boa resolução e consequente qualidade cromática por ter um sensor maior. A imagem original está fora de foco, um problema que muitas vezes impede até a impressão. Não há como fazer milagre, mas esse erro pode ser corrigido parcialmente, condição que poderá provocar outros excessos.
• Foi utilizado o Ashampoo Photo Commander 10, um software pago, mas bem barato e que produz resultados satisfatórios. Seu preço está por volta de US$ 10,00, em real nR$ 27,00.
• Para conseguir um resultado melhor foi prociso repetir a operação duas vezes.
• A imagem abaixo ficou melhor, ou seja, melhorou o foco, mas a intensidade das cores subiram um pouco.
A profundidade de campo valorizou mais a flor em primeiro plano após melhorar o foco.
• Vale destacar que hoje equipamentos de baixo custo, mesmo com sensores pequenos, são mais eficientes na captura da luz e cores e tem resolução acima de oito MP. Uma câmera fora de linha como essa Pentax ainda produz resultados surpreendentes e não deve ser simplesmente descartada.
• Trata-se de um ajuste interessante para uma publicação, slide show em CD, DVD ou Bluray, porta retrato digital, impressão com ampliação, internet, vídeo etc.
• Não modificamos a colocação da imagem original, que preserva as mesmas características provenientes da captura.

SOBRE OS DIREITOS AUTORAIS:

• Todos os direitos reservados! É proibido imprimir, copiar, distribuir (mesmo a título de gratuidade), encartar, reproduzir (por qualquer meio mecânico, eletrônico, digital, fotográficos, filme, e vídeo), sem a devida autorização fornecida por escrito pelo proprietário do Site FotoMBoé.com. Todas as imagens (desenhos, pinturas, ilustrações, fotografias, vídeos etc.), textos, slides show, galerias, apresentações (em Flash, exe, html etc.) foram produzidas por Vivaldo Armelin Júnior que é o detentor dos direitos autorais.
• É permitida a abertura exclusiva online, qualquer outra possibilidade é necessário autorização por excrito, como acima descrito. Contato por e-mail.

São Paulo - SP, Brasil
Voltar para o conteúdo