Luz Solar01 - FotoMBoe

Novembro/2019
“Fotografar é saber 'OLHAR'!”
Nove anos no ar!
Iniciado em: 01/10/2010
Novo visual e facilidade de acesso!!!
Ir para o conteúdo

Luz Solar01

Exemplo Prático > Temas K-Z > Luz

Por: Vivaldo Armelin Júnior

Luz Solar01

Luz Solar 01

Por: Vivaldo Armelin Jr.

A cada dia, ou melhor, a cada hora do dia a natureza proporciona uma luz diferente. Esta estranhando essa afirmação? Mas as condições atmosféricas interferem na luz, bom exemplo está nas três fotos à direita, a primeira acima foi capturada em uma manhã ensolarada. Por sua vez, a do meio foi capturada pouco antes da chuva. A terceira, abaixo, foi capturada em um dia nublado. O dia poderia estar enevoado, por exemplo, condição que produziria efeitos diferentes de luz. O mesmo acontece com a época do ano, a luz na primavera chega a nós de maneira diferente do verão, do outono e do inverno.
Saber explorar as condições atmosféricas e os melhores horários conduz a resultados satisfatórios e interessantes.
Conhecer o seu equipamento ajudará a melhorar essas mudanças, por exemplo, é controlar a abertura do diafragma, o ISO, o tempo de obturação etc. Não é a quantidade de luz que produz bons resultados, mas sim a sua qualidade. Em muitas situações, mesmo durante o dia é necessário o uso de iluminação artificial e/ou rebatedores.
Por padrão os melhores horários para se fotografar estão entre o nascer do sol e até no máximo 10 h da manhã. No período da tarde após as 14 h até o anoitecer. Como foi dito esta é uma condição padrão, mas não definitiva. É possível fazer capturas interessantes, belas e diferenciadas entre as 10 e 14 h, ou mesmo, durante a noite, basta saber regular seu equipamento. O modo automático nem sempre acerta, portanto é importante ousar e aprender a fazer ajustes.

É preciso lembrar que durante o verão os dias são mais longos e no inverno mais curto. Outro detalhe importante é o chamado horário de verão adotado por alguns países, inclusive o Brasil.

A luz no Hemisfério Sul é diferente do Hemisfério Norte, bem como a dos Polos também. Um local com neve ou deserto haverá maior incidência de luz, pois a neve ou gelo a refletirá com maior intensidade, o mesmo acontece com a areia do deserto.
• No inverno europeu a névoa toma conta do ambiente e muda a maneira como a luz ilumina o meio.

O uso de filtros, no caso dos equipamentos compactos avançados, reflex, full frame ou mirrorless modificam a iluminação e a atmosfera. O improviso também pode produzir bons resultados.

SOBRE OS DIREITOS AUTORAIS:

• Todos os direitos reservados! É proibido imprimir, copiar, distribuir (mesmo a título de gratuidade), encartar, reproduzir (por qualquer meio mecânico, eletrônico, digital, fotográficos, filme, e vídeo), sem a devida autorização fornecida por escrito pelo proprietário do Site FotoMBoé.com. Todas as imagens (desenhos, pinturas, ilustrações, fotografias, vídeos etc.), textos, slides show, galerias, apresentações (em Flash, exe, html etc.) foram produzidas por Vivaldo Armelin Júnior que é o detentor dos direitos autorais.
• É permitida a abertura exclusiva online, qualquer outra possibilidade é necessário autorização por excrito, como acima descrito. Contato por e-mail.

São Paulo - SP, Brasil
Voltar para o conteúdo