Luz01 - FotoMBoe

Novembro/2019
“Fotografar é saber 'OLHAR'!”
Nove anos no ar!
Iniciado em: 01/10/2010
Novo visual e facilidade de acesso!!!
Ir para o conteúdo

Luz01

Exemplo Prático > Temas K-Z > Luz

Por: Vivaldo Armelin Júnior

Luz 01
Por: Vivaldo Armelin Júnior
• Muitas vezes os ajustes não são o mais indicado e ocorre uma explosão de luz que provoca a perda de detalhes na imagem, mais precisamente na área onde há explosão de luz.
• Uma fotografia para ser jogada fora! Com certeza ela não poderá nem mesmo ser copiada em papel e é uma importante imagem. Há como salvá-la?
• Sim! Um excelente software para solucionar estes problemas é o Corel PaintShop, atualmente na versão X7. Ele é pago, mas seu preço é bem inferior ao mais caro. Outra solução grátis e livre é o Gimp, do projeto Gnu de Software Livre.
• Colocamos três imagens com problema de explosão de luz em diferentes condições de iluminação e as mesmas após ajustes no Corel PaintShop.
• Será ajustar, porém o software da Corel tem uma ferramenta que agiliza o processo, você poderá usar a ferramenta “Melhorar a fotografia inteligente...”, ou fazer os ajustes individualizados.
• A ferramenta “Melhorar a fotografia inteligente...”, permite ajuste manual e simultâneo do brilho, contraste, cores, nivelar, nitidez, matiz e saturação...
• Veja abaixo o antes e o depois:
• É fácil perceber que houve a explosão de luz exatamente nas pétalas da flor. A explosão as deixou sem detalhe e desinteressante. Após a correção a imagem se tornou mais interessante.
• Porém, a melhor solução é fazer os ajustes necessários no momento da captura.
• O mesmo aconteceu com parte da folha. O ajuste via software corrigiu parcialmente a explosão.
• Nesta última imagem o ajuste acima citado melhorou as áreas de brilho e contraste, bem como as cores e a nitidez.
• Esta ferramenta é útil em várias soluções, que veremos em outra oportunidade.

Luz e sombra II
Por: Vivaldo Armelin Júnior - 23/03/2014

• A sombra, área que recebe pouca, quase que nenhuma ou nenhuma luz, nos permite perceber a forma, o volume e até o tamanho. Trata-se da passagem tonal, essa poderá ser uma passagem em cor neutralizada ou em escala de cinza.
• O fotógrafo precisa estar atento ao contraste provocado por uma área clara e uma área escura. Essas duas áreas, com exceção do período entre 11:00 e 14:00 h, que a passagem tonal é curta, pois o sol está a pino, os demais períodos a passagem tonal será maior, pois a área de sombra também é maior.
• Essa atenção permitirá um composição equilibrada e bela.
• É necessário e preciso prestar atenção, escolher o melhor ângulo e plano, além dos ajustes como a abertura do diafragma, velocidade de obturação, ISO etc.

Câmera Canon A640, ISO 80, abertura do diafragma f/2.8, velocidade de obturação 1/1250 s e balanço de branco "Luz solar".

Câmera Canon A640, ISO 80, abertura do diafragma f/2.8, velocidade de obturação 1/1250 s e balanço de branco "Luz solar".

• Os equipamentos compactos simples não permitem o ajuste manual da abertura do diafragma e a velocidade de obturação, condição que dificulta a obtenção de imagens mais precisas, pois estes ajustes são feitos pelo equipamento.
• A solução imediata é trabalhar com o ISO e o balanço de branco.
• Em condições de pouca luz elevar o ISO evita que o equipamento aumente o tempo de exposição, condição que favorecerá a captura de imagens tremidas.
• Porém tem o inconveniente de não permitir grandes ampliações porque surgirão ruídos e granulação.
• Mais uma vez destacamos, faça uso da metade do ISO total permitido pelo seu equipamento, por exemplo: ISO total 800, ajustar o ISO em no máximo 400; sendo o ISO máximo 1600, ajustar no máximo e ISO 800, e assim por diante.
Importante: As duas imagens apresentadas foram capturadas em um dia ensolarado.

Luz e sombra
Por: Vivaldo Armelin Júnior - 12/03/2014


• Nossas dicas e sugestões são direcionadas a todos aqueles e aquelas que gostam de fotografar e que usam qualquer tipo de equipamento, dos mais simples aos profissionais.
• Neste texto abordaremos o tema "luz" e as consequências de suas ações. Também falaremos um pouco sobre a sombra e suas características.
• Dependendo do tipo da fonte luminosa, seja ela natural ou artificial, o resultado da imagem capturada será diferente. Cada uma com uma peculiaridade.
• A imagem, dependendo da iluminação poderá transmitir um clima de terror, medo, dramaticidade, suspense, tristeza, mas também, ser mais suave, alegre, de sonho, fantasia etc.

• É o conjunto luz e sombra que produz a sensação visual do volume, forma, textura, tamanho etc.
• A área iluminada define a forma a partir das áreas não iluminadas, ou seja, de sombra.
• As áreas de passagem do claro para a sombra (escuro) possibilitam à visão humana (também dos demais animais) definir o volume, a forma, textura etc.
• Ambos, luz e sombra, definem também o tamanho do sólido (corpo).
• A área de sombra começa com uma gradação tonal pela diminuição da luz até a ausência desta. Na realidade a ausência total de luz só ocorre em locais como cavernas, ambientes internos vedados etc. Externamente o reflexo luminoso sempre produzirá uma quebra nas áreas de sombra, ou seja, haverá sempre um brilho luminoso.

SOBRE OS DIREITOS AUTORAIS:

• Todos os direitos reservados! É proibido imprimir, copiar, distribuir (mesmo a título de gratuidade), encartar, reproduzir (por qualquer meio mecânico, eletrônico, digital, fotográficos, filme, e vídeo), sem a devida autorização fornecida por escrito pelo proprietário do Site FotoMBoé.com. Todas as imagens (desenhos, pinturas, ilustrações, fotografias, vídeos etc.), textos, slides show, galerias, apresentações (em Flash, exe, html etc.) foram produzidas por Vivaldo Armelin Júnior que é o detentor dos direitos autorais.
• É permitida a abertura exclusiva online, qualquer outra possibilidade é necessário autorização por excrito, como acima descrito. Contato por e-mail.

São Paulo - SP, Brasil
Voltar para o conteúdo