Possibilidades01 - FotoMBoe

Outubro/2019
“Fotografar é viver dos acertos e erros!”
Nove anos no ar!
Iniciado em: 01/10/2010
Novo visual e facilidade de acesso!!!
Ir para o conteúdo

Possibilidades01

Exemplo Prático > Diafragma
Diafragma - Valor "f" - 01
Por: Vivaldo Armelin Jr. Mai./15
• O diafragma tem a função de controlar a quantidade de luz que adentra a objetiva para chegar ao sensor, na fotografia digital, ou filme. Seu trabalho é bastante semelhante à pupila dos nossos olhos.
• Quando o diafragma está bem aberto permitindo a entrada de grande quantidade de luz, produzirá uma imagem com pouca profundidade de campo, porém, quando mais fechado, maior será a profundidade de campo, em outras palavras, o fundo será mais nítido ou em foco.
• A unidade de medida de abertura do diafragma é o número “f”, por exemplo, f/1.2 – f/5.6 - f/22. O primeiro valor produzirá uma imagem com pouca profundidade de campo, nas câmeras com lentes intercambiáveis essa relação vai variar. No segundo exemplo, f/5.6, é um valor intermediário na maioria dos equipamentos, com média profundidade de campo. Por fim, no terceiro exemplo, o diafragma está bem fechado para a maioria dos equipamentos, portanto a totalidade da imagem estará nítida ou em foco. Vale lembrar que as lentes intercambiáveis essa relação vai depender do valor mínimo e máximo.
• As lentes zoom tem diferença mínima e máxima de abertura de acordo com o zoom, por exemplo, uma lente zoom 28-135 mm, sem zoom o valor mínimo é bem menor (maior abertura) do que o valor mínimo para o zoom máximo, ou seja, em 28 mm o valor “f” mínimo poderá ser f/1.8, já com zoom máximo poderá ser f/5.6. Em outras lentes e outros fabricantes o valor será diferente.
• O valor “f” trabalha em conjunto, basicamente, com a velocidade de obturação e o ISO, é óbvio que vai depender da fonte de luz, natural ou artificial, e o horário do dia quando natural, não podemos nos esquecer das condições climáticas.

 Diafragma - Possibilidades 01
Por: Voivaldo Armelin Jr. - Out./14
• Quando o equipamento permite o ajuste do diafragma há a possibilidade de manter o foco em um plano e o outro ser desfocado, trata-se da profundidade de campo, já vista anteriormente.
• Pôr o elemento em primeiro plano em foco enquanto o segundo está desfocado basta abrir ao máximo o diafragma, esta abertura máxima dependerá de seu equipamento e no caso das câmeras reflex e full frame, da lente usada.
• A profundidade de campo, em razão da maior entrada de luz, será menor, pois o fundo estará fora de foco, em maior ou menor intensidade.
• O contrário também é possível, desfocar o primeiro plano e colocar em foco o segundo, nesse caso basta ajustar o foco e a abertura do diafragma.
• Os softwares embutidos em equipamentos compactos mais simples é quem ajustam o diafragma, mas nem sempre de maneira adequada ou de acordo com a vontade e necessidade do fotógrafo.
• No modo macro o fundo sempre será desfocado em razão da grande proximidade da câmera com o modelo/elemento fotografado.
• Nessa condição tudo que estiver à frente e ao fundo do elemento fotografado estará fora de foco.

• Equipamentos de melhor qualidade possuem o modo manual e neste é possível ajustar o foco manualmente e o diafragma.
• A integração destes dois proporcionará, quando bem ajustados, uma excelente fotografia.
• Muitos fotógrafos amadores, por desconhecimento, não fazem uso destes recursos.
• Compare as imagens abaixo e entenda as possibilidades.

• O equipamento foi colocado no chão para aumentar a sensação de profundidade e perspectiva, por essa razão o piso mais próximo da câmera não foi focado, portanto não está nítido, valorizando o fundo.
• O foco principal não está na igreja ou no fundo, mas nas duas colunas, porém a abertura do diafragma não foi total, na realidade intermediária para o equipamento usado, f/5,6.
• Por fim, esta foto no modo macro o fundo foi totalmente desfocado.
• Nesta primeira imagem praticamente todo ambiente está em foco, condição que permite visualizá-lo sem nenhuma interferência, mas nem sempre esta opção é a mais adequada.
• As imagens ao fundo são o ponto de interesse e estão em foco, já a planta em primeiro plano não, bem como o fundo que perdeu um pouco de sua nitidez.
• Nesta foto, em close, o fundo foi quase que totalmente desfocado, condição que valorizou o elemento vegetal em primeiro plano.

• Equipamento utilizado foi a câmera Canon PowerShot A640, uma câmera compacta com excelentes recursos e opções manuais.

• Existem bons softwares grátis que permitem o trabalho com camada (layer), como: Paint.Net, Gimp etc. E os pagos, Adobe Photoshop, Adobe Photoshop Ligthroom, Corel PaintShop etc.

SOBRE OS DIREITOS AUTORAIS:

• Todos os direitos reservados! É proibido imprimir, copiar, distribuir (mesmo a título de gratuidade), encartar, reproduzir (por qualquer meio mecânico, eletrônico, digital, fotográficos, filme, e vídeo), sem a devida autorização fornecida por escrito pelo proprietário do Site FotoMBoé.com. Todas as imagens (desenhos, pinturas, ilustrações, fotografias, vídeos etc.), textos, slides show, galerias, apresentações (em Flash, exe, html etc.) foram produzidas por Vivaldo Armelin Júnior que é o detentor dos direitos autorais.
• É permitida a abertura exclusiva online, qualquer outra possibilidade é necessário autorização por excrito, como acima descrito. Contato por e-mail.

São Paulo - SP, Brasil
Voltar para o conteúdo