Reflex e full frame01 - FotoMBoe

Novembro/2019
“Fotografar é saber 'OLHAR'!”
Nove anos no ar!
Iniciado em: 01/10/2010
Novo visual e facilidade de acesso!!!
Ir para o conteúdo

Reflex e full frame01

Equipamento > Objetivas & Lentes
LINKS na Página (em ordem de lançamento)

Objetivas
Em equipamentos Reflex e Full Frame

Câmera com lente cambiável, ou seja, poderá ser trocada.

Câmera com lente fixa, ou seja, não cambiável.

• As câmeras reflex ou full frame tem a possibilidade da troca de lentes, pois estas não são fixas ao equipamento.
• Existem vários tipos e modelos de lentes e estas variam de acordo com o fabricante de equipamentos e ou de lentes.
• As lentes fabricadas por um determinado fabricante de equipamentos não são compatíveis com equipamentos de outros fabricantes, portanto caso você tenha um equipamento da marca Canon, Nikon, Sony, por exemplo, nenhuma lente poderá ser utilizada da Canon poderá ser utilizada em equipamentos da Nikon ou da Sony, o contrário também é válido.
• As lentes são identificadas por uma medida, no caso milímetros, mas também como fixas (não tem zoom e que são as meolhores), grande angular, as zoons e as teleobjetivas.
• Estas poderão, dependendo do modelo, ser uma lente normal, normal com macro... E terão ajustes como foco automático, estabilização, abertura do diafragma. A unidade de medida é "f", por exemplo, f/1.2 (com o diafragma bem aberto) ou f/20 (com o diafragma bem fechado).
• A medição em mm é feita pelo espaço entre o sensor e o início da lente.
• Abaixo alguns modelos de lentes.

• Para entender melhor a medida "f" é preciso entender o processo de abertura do diafragma. Para isso veja antes a figura acima à direita com algumas aberturas do diafragma.
• Quanto maior for a abertura do diafragma menos nítido será o fundo. Essa condição recebe o nome de profundidade de campo.
• Portanto, quanto maior for a abertura menor será a profundidade de campo.
• E quanto mais fechado o diafragma maior será a profundidade de campo, ou seja, nesse caso haverá maior nitidez do fundo.
• Um bom ajuste do diafragma é importante para a melhor qualidade da imagem.
• Ajustando a sensibilidade ISO e o diafragma será possível obter imagens diferenciadas e inéditas.
• O diafragma está localizado na objetiva, mesmo em equipamentos compactos simples.

• Abaixo alguns modelos de lentes.

• Basicamente as lentes são compostas por três elementos:
• O corpo, que é fabricado de metal ou outra liga bem resistente.
• As lentes, quando de boa qualidade são fabricadas com cristal e não vidro.
• O diafragma, tela móvel, como mostrada acima, que controla a entrada de luz. O ajuste poderá ser manual ou automático.

• Apenas as lentes mais sofisticadas permitem ajuste do diafragma manualmente, normalmente as intercambiáveis.
• Já o ajuste automático é feito pelo equipamento e em equipamentos compactos esse ajuste será sempre automático.
• Já a estabilização da imagem é feita eletronicamente nos equipamentos compactos com lente fixa (não cambiável).
• Abaixo alguns modelos de lentes.

• As duas primeiras lentes (à esquerda) são fabricadas pela Canon e as duas à direita são Nikon. •
• A lente abaixo é Canon de alta performance. •

Objetiva Zoom x Teleobjetiva 01
Por: Vivaldo Armelin Júnior - Abr./19
• Usando três imagens do Centro de Guararema, estando no alto do Mirante, a primeira com uma lente zoom 28 x 135 mm, usei o máximo (135 mm), a câmera Canon 6D. A segunda com a lente tele 70 x 200 mm (série L da Canon), usei o máximo (200 mm) e a terceira com a tele 75 x 300 mm, usei u máximo (300 mm) ambas com a Canon 60D.
• Observe que quanto maior o zoom, menos volume é percebido, em outras palavras, há um achatamento da imagem, ou seja, na imagem fica chapada. Isso ocorre porque a luz chega com menor força (intensidade) ao sensor, o mesmo ocorre com o filme, portanto, nem todas as cores são capturadas.
• As lentes comuns são mais simples, já as lentes, no caso, da Canon, da série L são de melhor qualidade é o caso da 28 x 135 mm (macro) e da 70 x 200 mm. A 70 x 300 mm é mais simples (genérica). Todas da Canon.
• O objetivo desta matéria é apresentar as possibilidades das lentes e como utilizá-las. Vale destacar que não foi utilizado tripé e nem monopé para estas capturas, o equipamento foi disparado na mão. Dependendo da luz é conveniente o uso do tripé, bem como elevar o ISO, abrir o diafragma e diminuir a velocidade de obturação.
• O foco em qualquer uma das três lentes pode ser automático ou manual, nos três casos foram manual, esse ajuste é feito na lente. Os equipamentos foram ajustados para o modo manual, mas poderia usar qualquer um dos modos (P, TV, AV...).
• As fotos fotam capturadas em datas e horários diferentes.
• Boa análise e bom trabalho!
Tele 70x200 mm e 70x300 mm - I
Por: Vivaldo Armelin Júnior - Out./18
 
• Nessa matéria o desejo é não é comparar estas duas lentes, mas sim trabalhar com suas possibilidades. São lentes poderosas e de fácil manuseio.
• Dependendo do seu equipamento, a imagem final poderá ser cortada (crop) quando seu sensor não for full frame, uma câmera de entrada, por exemplo, seja ela uma DSLR ou uma mirrorless.
• A lente 70 x 200 mm, série L (brancas) são profissionais e produzem excelentes resultados. Já as 70 x 300, mas simples, são ótimas, mas seus resultados não são tão satisfatórios, mas nada que as impossibilite de serem adquiridas e usadas.
• A Canon, por exemplo, possui uma 70 x 300 mm da série branca. É óbvio que os preços acompanham a qualidade para cima.
• Nas imagens abaixo foram capturadas com equipamento Canon com as objetivas 70x300 mm, para a imagem do pássaro, com a câmera XS, uma câmera de entrada com sensor medindo 22.2 x 14.8 mm. As duas outras imagens foram capturadas com a Canon 6D e a lente 70x200 mm, a primeira com o zoom em 140 mm e a segunda, com extensor para tele 2x, em 400 mm.
• As três fotos foram capturadas com a mesma lente, o zoom da primeira foi 130 mm.
• O zoom desta segunda foi 210 mm e em outra posição para melhorar a luz e de outro pássaro.
• Já esta última, o mesmo pássaro que o da segunda captura, com zoom de 300 mm. A Abertura do diafragma foi total para diminuir a profundidade de campo e melhorar a visualização do modelo.
• O zoom utilizado foi 140 mm, com a objetiva 70x200 mm, sem extensor para tele.
• Já esta foto foi usado um extensor para tele de 2X, condição que proporcionou maior aproximação e foi feita na mão, com o zoom máximo de 400 mm.

SOBRE OS DIREITOS AUTORAIS:

• Todos os direitos reservados! É proibido imprimir, copiar, distribuir (mesmo a título de gratuidade), encartar, reproduzir (por qualquer meio mecânico, eletrônico, digital, fotográficos, filme, e vídeo), sem a devida autorização fornecida por escrito pelo proprietário do Site FotoMBoé.com. Todas as imagens (desenhos, pinturas, ilustrações, fotografias, vídeos etc.), textos, slides show, galerias, apresentações (em Flash, exe, html etc.) foram produzidas por Vivaldo Armelin Júnior que é o detentor dos direitos autorais.
• É permitida a abertura exclusiva online, qualquer outra possibilidade é necessário autorização por excrito, como acima descrito. Contato por e-mail.

São Paulo - SP, Brasil
Voltar para o conteúdo