SegEquip01 - FotoMBoe

Outubro/2019
“Fotografar é viver dos acertos e erros!”
Nove anos no ar!
Iniciado em: 01/10/2010
Novo visual e facilidade de acesso!!!
Ir para o conteúdo

SegEquip01

Equipamento > Segurança
Segurança II
Por: Vivaldo Armelin Júnior - Jul./16
• Das partes externas a mais suscetível a danos é a lente, areia de praia pode riscá-la. É importante, quando possível colocar à frente da lente um filtro que protegerá a lente e se ocorrer algum dano será nele.
• O problema está nas câmeras compactas que em sua maioria não possibilitam a colocação de filtro. Muitas destas tem uma cortina ou tampa para proteger a lente, mas apenas quando o equipamento está desligado.
• As câmeras reflex ou mirrorless com objetivas cambiáveis possibilitam a colocação de um filtro para proteger a lente da areia, água, oleosidade, entre outros possíveis causadores de danos.
• Caso no local onde se está fotografando esteja ventando, procurar fotografar de costas para o vento, e não contra ele, nem mesmo perpendicularmente a ele. Agora, se estiver ventando muito forte, com muita poeira, terra e ou areia, evitar fazer capturas. Uma boa solução para todos os casos é usar uma câmera estanque para mergulho. Elas não são caras para equipamento compacto. A vantagem é que poderão até servir para mergulho, geralmente até 3 m de profundidade.
• Não limpar as lentes com flanela ou outro tecido mais ásperos. Existem tecidos e até lenços de papel próprios para este fim. O ideal um spray de ar comprimido, mas cuidado, eles devem ser acionados na posição vertical, nunca inclinados ou deitados. Também não agitá-los.
• Caso a lente seja atingida por barro, água suja, produtos químicos, o melhor a fazer é levar o equipamento a um técnico especializado, pois ele poderá fazer a limpeza sem danificar a lente.
• Nunca usar produtos químicos, hastes flexíveis, papel toalha, guardanapo de tecido ou papel, lenço de papel (úmido ou não) que não seja destinado à limpeza da lente.
• Nunca soprar ou passar os dedos sobre a lente.
• Caso ocorra algum acidente, manter a lente voltada para baixo, em qualquer circunstância e evitar que a objetiva seja recolhida, para isso, é necessário desativar o sistema de economia de energia das pilha(s) ou bateria(s).
• Nunca usar produtos de limpeza para uso doméstico ou industrial, apenas os destinados à limpeza e manutenção do equipamento, mas cuidado, usá-los inadvertidamente poderão causar danos ao equipamento, portanto, só o faça com conhecimento e cuidado.
• Boas capturas fotográficas!
Segurança I
Por: Vivaldo Armelin Júnior - Jun./16
• Em abril de 2016 estava fotografando em Socorro, interior de São Paulo, quando fui chamado por uma senhora, por me ver com um equipamento profissional, veio me pedir ajuda, pois a filha ao tentar trocar a pilha de seu equipamento compacto deixou cair um pouco de molho do lanche que comia no interior deste. Ao chegar próximo da moça fui surpreendido ao vê-la tentando retirar um pedaço de cebola com um grampo de cabelo. Obviamente orientei-a para não fazê-lo daquela maneira, pois estava não apenas colocando em risco o equipamento e também até a sua própria segurança.
• O local é um mirante com visão de 360º, onde tem um Cristo Redentor, muito interessante para fotografar, porém a jovem turista, desejosa para aproveitar aquele momento, uma vez que o tempo estava muito bom, céu azul, sem nuvens.
• Auxiliei na retirada do pedaço de cebola, sem o grampo de cabelo, mas com uma pinça plástica, e solicitei que não usasse o equipamento sem antes passar por um técnico para limpeza por haver em seu interior mancha de molho.
• Essa situação, a de improvisar, é muito comum, condição que muitas vezes leva à perda do equipamento e até a ferimentos. No interior dos equipamentos existe um ou mais capacitores, componentes que acumulam e armazenam energia elétrica com a função de garantir o bom funcionamento do equipamento mesmo quando a bateria está com pouca carga.
• O risco que aquela jovem e até sua mãe correram foi grande, poderia ter tomado uma descarga elétrica, no mínimo.
• Primeiro, não se come ou bebe ao manusear um equipamento fotográfico, também não o faz próximo a locais com muita umidade, cachoeira, poeira, areia etc. Se o equipamento for danificado, o menor problema, compra-se outro, mas a segurança pessoal tem que ser levada em conta.
• Só um técnico pode realizar a inspeção com segurança e o necessário conhecimento técnico para tal.
• A jovem, graças a Deus, passou a fotografar com um celular, pois estava hospedada em um hotel por mais alguns dias, segundo a sua afirmação levaria a uma assistência técnica na cidade. Espero que tenha feito exatamente isso.
• Os equipamentos fotográficos são ótimos para perpetuar nossos momentos, como equipamentos devem ser cuidados, saber manipulá-los e conhece-los, por essa razão existem os manuais, lá é informado como utilizá-lo, os cuidados e riscos.
• Boas capturas fotográficas!
São Paulo - SP, Brasil
Voltar para o conteúdo