Urbana01 - FotoMBoe

Agosto/2019
“Fotografar é viver dos acertos e erros!”
Oito anos no ar!
Iniciado em: 01/10/2010
Ir para o conteúdo

Urbana01

Dicas & Sugestões > Foto de Paisagem

Por: Vivaldo Armelin Júnior

Paisagem Urbana I

• O Brasil é um país muito grande e cada uma de suas cidades possuem características bem variadas, sem falar nas vilas e bairros rurais. Essa grandiosidade proporciona uma variação de assuntos dentro do tema "Paisagem Urbana" muito interessante. Qualquer fotógrafo poderá produzir imagens diferentes, inusitadas e diversificadas.
• O primeiro passo é definir se sua imagem será em cor ou P&B.
• Outro aspecto importante é saber escolher o horário do dia onde a luz produzirá melhores resultados. Os melhores resultados poderão ser obtidos ao amanhecer e entardecer, mas se desejar que não haja a dureza das sombras projetadas o horário entre 10 e 14 horas.
• Normalmente essas imagens são feitas em planos abertos e extremamente abertos, ou seja, no mínimo em plano geral (PG), mas em muitas situações em grande plano geral (GPG).
• As lentes grande-angulares produzem imagens com grande cobertura de área compositiva, mas poderá ocorrer distorção.
• As melhores opções de lentes vão das grande-angulares até as de 85 mm, fixas ou zoom.
• As lentes entre 28 e 55 mm proporcionam uma boa área compositiva e planos bem abertos. Essas lentes também possuem boas aberturas do diafragma.


• Saber trabalhar e ajustar o ISO é fundamental para obter uma imagem diferenciada. Lembrar-se de ajustar o ISO no máximo até a metade do ISO máximo do equipamento, portanto se seu equipamento tem ajuste ISO de 800, usar no máximo ISO 400.
• Posicionar-se em pontos que permitam boa visão, sem cobertura ou obstáculos melhoram a qualidade final da imagem.
• As câmeras compactas também possibilitam os ajustes acima descritos, portanto não há desculpa para se fazer imagens apenas no modo automático.
• O modo "P" permite ajuste do ISO, da abertura do diafragma, da velocidade de obturação etc.
• Todas as imagens foram capturadas com a câmera Vivitar de resolução máxima de 2 (dois) MP.
• O balanço de branco é outro ajuste importantíssimo para esse tipo de imagem, principalmente durante a noite e com iluminação artificial.

• Você pode observar que ao utilizar um equipamento extremamente simples é possível obter imagens interessantes e diferenciadas.

Em muitas situações será necessário algum tipo de ajuste ou tratamento pós-produção, ou seja, via software.

• Para imagens em escala de cinza o contraste deve ser bem marcante, mas não pesado, o equilíbrio entre as áreas iluminadas e com sombra é fundamental para a definição das formas e a sensação de distância.
• A perspectiva leva o expectador a uma leitura diferenciada, sua visão buscará o infinito, condição que facilitará a leitura implícita e da imaginação, não apenas a explícita.

• O uso de um tripé é uma solução interessante quando se trata da nitidez.
• Para as fotos aéreas sobre morros, mirantes, torres as lentes mais próximas das grande-angulares são as melhores.

Anteriores

Paisagem Urbana - Pós chuva I

• Um dia de chuva poderá ser um grande momento para realizar a captura de grandes imagens. Imagens com maior dramaticidade e impacto, além dos efeitos provocados pela água.
• Para este teste utilizamos a Pentax Optio E10, com resolução de 6 MP e ajuste ISO 100 (igual para todas as imagens).
• A primeira imagem acima à direita tem os seguintes ajustes: abertura do diafragma f5.6, velocidade de obturação 1/244 s e sem flash. O céu perde definição, não se percebe nuvens, apenas um tom acinzentado, fator que aumenta a sensação de dramaticidade.
• A segunda imagem à direita tem os seguintes ajustes: abertura do diafragma f5.6, velocidade de obturação 1/145 s e sem flash. O contraste da iluminação artificial no interior da banca e a natural aumenta a sensação de dramaticidade e contraste.
• A terceira imagem à direita tem os seguintes ajustes: abertura do diafragma f5.6, velocidade de obturação 1/148 s e sem flash. A folhagem do canteiro está escurecida, condição que valoriza o brilho da pista úmida e os prédios ao fundo.
• A quarta imagem à direita tem os seguintes ajustes: abertura do diafragma f2.8, velocidade de obturação 1/32 s e sem flash. Em razão da chuva as pessoas permaneceram em casa possibilitando esta imagem onde o contraste da urbanização e a área de preservação em pleno centro comercial da cidade de São Paulo.

• É possível observar que a luz é modificada pela humidade do ar. Num dia ensolarado este efeito natural não existiria.
• Outro aspecto interessante é o número de pessoas na rua, muito menor do que o esperado.
• O ajuste de branco para todas as imagens foi a opção “nublado”.
• O pós-chuva cria também em alguns casos uma sensação tenebrosa pelo contraste pouco acentuado e a predominância dos neutros no ambiente, mesmo em locais onde há uma gama maior de cores. Estas passam a serem cores neutralizadas.
• No campo os resultados são interessantes e bem diferentes, por isso é importante fazer testes, masmo quando o resultado das capturas é péssimo. Estes servem como aprendizado.

• Muitas vezes usar algum tipo de efeito no momento da captura produz uma imagem mais impactante e interessante, nesse caso houve aumento da dramaticidade com o uso do "sépia". As áreas de contraste entre claro e escuro ganham em vibração.

• O reflexo na parede de vidro do edifício ao fundo é um pouco distorcido pela água que escorre, esta imagem seria diferente em um dia ensolarado e seco. É possível perseber que a torre ao fundo quase que desaparece pela predominância dos tons de cinza.

• Uma cidade tem por característica a predominância dos neutros (branco, preto e os tons de cinza), condição que pode ser mudada via software.
• Os bons softwares possibilitam ajustes, edição, apagar elementos indesejáveis, tratamentos e a criação de efeitos especiais, são eles: o Gimp (livre e grátis), Paint.Net, PhotoFiltre e PhotoScape (todos os três freeware – grátis) e Corel PaintShop, Corel PhotoPaint, Corel PhotoImpact, Adobe PhotoShop e ACDSee (todos proprietários e pagos). A opção barata são os softwares da Ashampoo, como, o Photo Commander e o Photo Optimizer (todos os dois em português do Brasil, ideais para internet e até cópia em papel).
• O reflexo de edifícios, veículos e ou pessoas em uma poça d’água produzem imagens interessantíssimas, de qualidade e de grande valor fotográfico.
• O mais importante é fazer experiência para que sejam corrigidos possíveis erros e ajustes.

SOBRE OS DIREITOS AUTORAIS:

• Todos os direitos reservados! É proibido imprimir, copiar, distribuir (mesmo a título de gratuidade), encartar, reproduzir (por qualquer meio mecânico, eletrônico, digital, fotográficos, filme, e vídeo), sem a devida autorização fornecida por escrito pelo proprietário do Site FotoMBoé.com. Todas as imagens (desenhos, pinturas, ilustrações, fotografias, vídeos etc.), textos, slides show, galerias, apresentações (em Flash, exe, html etc.) foram produzidas por Vivaldo Armelin Júnior que é o detentor dos direitos autorais.
• É permitida a abertura exclusiva online, qualquer outra possibilidade é necessário autorização por excrito, como acima descrito. Contato por e-mail.

São Paulo - SP, Brasil
Voltar para o conteúdo